Estúdio e casa se unem em espaço de 22 m²

Tempo de leitura: 4 minutos


<span class="hidden">–</span>Instagram

A busca por moradas cada vez menores não é uma exclusividade nacional. Mesmo que passem a morar fora do país, jovens brasileiros ainda procuram por espaços compactos e versáteis, que servem como lar e home ofice. É o caso do designer e fotógrafo brasileiro, Oliver Thi, que achou no coração de Lisboa um cantinho especial de apenas 22 m².

View this post on Instagram

Sobre o vazio. Por vezes, nos sentimos assim, incompletos. Um vazio interminável, que incomoda o pensar e o sentir. Por fora não vemos nada além das coisas, e por dentro escuridão que ecoa e assusta. Fugimos. Mas o vazio é um espaço, abundante, que precisa ser preenchido com o fluxo, com a energia, a vida, e não importa com o que, e sim o por quê. É no vazio e sua imensidão que encontram-se caminhos possíveis, e aprendemos o que realmente importa, para poder enfim preenchê-lo com o que nos enche de alegria e felicidade o corpo, a alma e o coração. Sejam grandes preenchimentos e projetos, ou mesmo o simples cuidar de si mesmo, o vazio é a oportunidade de questionar – o que quero aqui dentro de mim. ✨ Nos dias em que ele me visita, eu tenho tentado apenas observá-lo e entendê-lo, para a seguir – não importa quanto tempo passar – questionar e decidir com o que vou preenchê-lo. E assim devemos encarar a responsabilidade do bem escolher, de forma madura. E errar também faz parte do processo. Como um mestre disse “nosso maior propósito na vida é ser feliz”. E para isso temos que tentar, e respeitar os vazios que aparecem nos intervalos, com coragem e afeto. Domingo reflexivo. Bom dia Colors! 🌻 Com carinho, Thi.

A post shared by Thiago Vicente (@thiagovicenteoliveira) on May 27, 2018 at 6:13am PDT

“A metragem é pequena, mas aqui tem tudo o que é essencial pra mim: uma mesa para trabalhar, um cantinho para dormir, plantas (muitas plantas!), iluminação natural, espaço pro Yuri (o fiel companheiro de quatro patas) e todos os meus sonhos que não param de crescer!”, revela Oliver.

Oliver e seu companheiro, Yuri.Casa.com

Portugal é conhecido pela forte tradição de colocar a mão na massa. Para o designer, adepto ao faça você mesmo, o match não poderia ser melhor. A mesa coringa, que pode ser usada como home office ou jantar, foi feita com apenas dois cavaletes, que sustentam um tampo de madeira crua.  

View this post on Instagram

Sobre esperar. Um minuto, um dia, dois. Uma resposta, um alguém, um sentir. A vida no seu mágico fluxo nos pede, quase sempre, paciência no esperar de algo maior. Pausas, calma. O caminhar diário. Como sempre, tudo tem seu tempo, e neste exercício do esperar, a fé, no acreditar e sonhar. Regar os sonhos e vontades, um pouco a cada dia, e como dá, e esperar o necessário, até a mágica acontecer. É preciso calma, no coração, na vida e na alma, e entender que na espera mora o aprendizado, invisível, que é essencial para evoluir, crescer. E enfim, se libertar para novos ciclos e caminhos. 🌱 Calma coração aflito, tudo vai ficar bem. Continue regando que seu jardim (interno), sonhos e seus esforços já vão florir – sejam eles o que for. Que tenhamos calma no esperar para flor-ir. Bom dia Colors! 🌻 Com carinho, Thi.

A post shared by Thiago Vicente (@thiagovicenteoliveira) on May 21, 2018 at 4:00am PDT

“Cheguei a Portugal inspirado pelo estilo de vida mais slow e coloquei em prática uma decoração toda essencial, sem exageros, repensando o que se deve ter ou não dentro de um lar. Escolhi poucos elementos, como a mesa multiuso, que se transforma em home office, canto de jantar ou recanto para um café da tarde com os amigos”, completa.

<span class="hidden">–</span>Casa.com

Detalhes e itens de decoração coloridos destacam as paredes em branco e dão um toque descontraído ao ambiente. “E há ainda a brasilidade, representada no saco de café pendurado e no chapéu carioca”, diz. “As plantas acolhem meu coração e me aproximam da natureza”, finaliza.





Fonte do Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *